sexta-feira, 28 de agosto de 2009

TERRA VIRGEM - (... a Terra da minha terra)

Sonhar-te;

Encontrar-te;

Desbravar-te;

Desnudar-te;

Violar-te;

Penetrar-te;

Rasgar-te;

Fecundar-te;

Semear-te;

Acarinhar-te;

Colher-te;

Amar-te...



Quinta do Anjo, 28 de Agosto de 2009

Carlos Manuel Fernandes Gonçalves

13 comentários:

Faces de Mulher disse...

Eu também não nos imagino sem este poeta chamado “Carlos Soares”...
Mesmo no meio de um turbilhão de fatos negativos...
Você resplandece a esperança com belíssimas poesias...
O meu coração felicita você com emoção...
Suas poesias atraem...
Tenha um lindo fim de semana Carlos!!!
Bjks...
Chrys
;)

Fatima disse...

Que lindo Carlos!
Só os poetas conseguem fazer está maravilha com as palavras.
Vc ficou lá em casa a semana toda sabia? No cantinho "Por que vc não passa lá".
Fiz este carinho porque considero seu blog muito bom.
Bjs.

Anónimo disse...

Ola Carlos.Estas palavras são escritas com muito amor so podem ser partilhas contigo quem realmente conhece e gosta daquela bela aldeia chamada Travessas.Beijinhos para todos vos.Mena um abraço do Carlos

Princesa disse...

Obrigado pela visita
Bonito post para hoje adorei

"Não corra atrás da felicidade, porque em sua corrida louca, ela pode passar e você nem ver".

Bom fim de semana
Um beijo

joana soares disse...

Belo presente, os lirios e o jasmim... muy grata!
(Enviarei boa energia ao meu presente para que esteja sempre bonito)
Abraço,
Joana

Carmo disse...

Que bonito Carlos! Mas porque não sentir o mesmo ao pôr-do-sol? Com a cumplicidade das estrelas que indiscretas, espreitam o amor que sente pela suas raízes, pela sua terra?
Gosta do castanho da terra? do seu cheiro aquando das primeiras chuvas?
Aposto que sim! O Carlos é que acha que o entardecer é deprimente, triste, melancólico, infértil..
Beijinhos,

Carmo
e uma noite povoada de estrelas, para que amanhã nos ofereça outro belo poema.

Delirius disse...

Gostei deste poema!
Gosto das palavras assim fortes!
São o espelho dos sentimentos!
Beijo

Graça disse...

Entre o sonhar e o amar, fica o encontro perene com a terra.

Bom domingo, Carlos

Vivian disse...

...vim trazer os meus
beijinhos ao poeta
mais lindo de além mar!

bom domingo, querido!

Lídia Borges disse...

[Excerto do poema de Miguel Torga: A Terra]

"Também eu quero abrir-te e semear
Um grão de poesia no teu seio!
Anda tudo a lavrar,
Tudo a enterrar centeio,
E são horas de eu pôr a germinar
A semente dos versos que granjeio."

Lídia Borges

Vivian disse...

...assim você me deixa
sem jeito, menino de alma
linda de viver!

é por existires que posso
deixar-me ver a alma em
cantos de liberdade.

um beijo intenso, meu poeta
de sonhos!

Graça Pereira disse...

Cada vez me surpreendes mais...a poesia está no teu sangue, no teu coração e passa rapidamente para as tuas mãos que semeiam versos neste canto, onde eu venho colhê-los!! Um beijo e uma boa semana. Graça

Vivian disse...

...colhendo as emoções da tarde
que se esvai entre os dedos,
deixo beijos na alma do poeta
de além mar.

smackssssssssssss