sexta-feira, 14 de maio de 2010

SENTIMENTOS PERDIDOS!



Por vezes vivo a prostituir sentimentos!

Ando nas nuvens, voo em espaço livre, sonho sonhos, sonhadoramente utópicos, e dentro em pouco, estou explodindo em todas as direcções, rumo ao abismo, na ânsia louca de congregar sonhos dispersos.

Quando se aproxima o ocaso, penso agarrar o mundo, viver num dia o que perdi na vida, vou procurando a imortalidade em sonhos mortais.

Paixão e sentimentos na fogueira da vida!

Um fogo que vou ateando em ilusória cumplicidade de incandescentes carvões, no momento em que o rocio da noite vai apagando o borralho existente, um rio lamacento numa margem de cinzas…



Quinta do Anjo, 14 de Maio de 2010


Carlos Manuel Fernandes Gonçalves


10 comentários:

Vivian disse...

...sonhar
porque sonhar é preciso,
e assim seguimos alimentando
o que busca o coração.

sonhar sim...

sonhar e fazer destes sonhos
utópicos ou não,
a nossa fantasia para
enfeitar o caminho.

sonhar sim...


eu AMO sonhar!

mil beijos, meu poeta sonhador!

Camila Fontenele disse...

Estava falando de sonhos esses dias.
Saudações, um beijo ;*

Fatima disse...

Oi Carlos,
que bom poder estar com vc novamente para apreciar todo seu talento com as palavras.
Bjs.

Graça Pereira disse...

No silêncio de tantas noites...vamos levedando os nossos sonhos...há rosas ainda em botão que não foram desfolhadas...o vento vem em protesto acender-nos os sorrisos e dizer-nos:
Sonha, sonha sempre... a utopia é o princípio da felicidade....
Beijo
Graça

Doroni Hilgenberg disse...

Carlos
não é facil e as vezes nem se consegue resuscitar um tempo ou um amor já perdido, por isso que o sonhar é tão importante para trazer mais alento em nossa vida.
bjs

Vivian disse...

...aqui,
do lado da cá do oceano,
fim de semana com ares
de calmaria.

e esta mesma calmaria desejo
também a tí, meu poeta de
sonhos.

beijo imensoooooooo!

obrigada pelos carinhos
sempre tão doces, lá
em casa!

Carmo disse...

É no sonho que vivemos e que nos tornamos livres.

beijinhos

Tem um bom fim de semana, Poeta

tulipa disse...

Só hoje descobri o seu cantinho.

Gostei muito das suas palavras tão bem escritas, da flor magnífica e também gostei muito da sua descrição:
Português, 60 anos, casado, natural de Travessas-Arganil, actualmente a viver em Quinta do Anjo-Palmela: altura, nem alto nem baixo, antes pelo contrário; bom conversador, em ocasiões vivendo de silêncios; amante das coisas belas da vida, por vezes perseguido pelas feias; de poeta muito pouco, muito mais de louco...

Geograficamente não estamos longe, vivo na Moita.

Parabéns pelo seu talento na escrita.

Graça disse...

Os sentimentos nunca são perdidos, querido Carlos, permanecem em nós e dão cor à nossa vida... e sonhar é também um caminho :)).


Beijo doce e bom domingo.

tulipa disse...

Olá Carlos,

Na blogosfera sou conhecida por "Tulipa", mas se quiser tratar-me por Maria, esteja à vontade.

Obrigado pelos atributos que recebi da sua pessoa: ..."tens sensibilidade e bom gosto, coisas raras hoje"...

Também eu adoro a natureza e a poesia, além de outras coisas.

Continuação de bom domingo e óptima semana.